PLANEJAMENTO SEM CERIMONIA

Sem Cerimônia: Lista de convidados - Por que um vilão?

Ter, 24/Set/2019

CASAMENTOS E CASAS - SEM CERIMONIA - CAMILA MARANHÃO

 

Uma das primeiras decisões tomadas é saber quem vamos convidar para o casamento. É natural que essa seja uma das primeiras grandes preocupações, pois essa lista irá influenciar na contratação de praticamente todos os fornecedores do evento, e obviamente, quanto maior o evento, maior será o orçamento; e sim, o número de pessoas pode ser um grande diferencial de preços.

Então, o primeiro caminho que os noivos devem percorrer é decidir a base do casamento, informações como horário, local (não necessariamente algum lugar específico, mas sim o estilo do lugar), tipo de festa, resumindo, imaginar como tudo será, sem a necessidade de contratar nada, pois tudo isso poderá influenciar em quem devemos ou não convidar.

Decidido se sua festa será intimista ou “festão”, vamos partir para a lista de convidados.

SEM CERIMÔNIA: LISTA DE CONVIDADOS - POR QUE UM VILÃO?

Nas duas situações, faça uma lista inicial de quem você gostaria de convidar para o seu casamento se não houvesse nenhuma restrição. Caso esteja trabalhando em cima da opção de algo menor algumas pessoas precisam ser repensadas, como:

- Pessoas que não falamos há mais de um ano: às vezes, temos amigos de lugares que não frequentamos mais, ou algum amigo que foi morar em outra cidade, e por mais que em algum dia a proximidade fosse grande, atualmente o contato foi perdido. É bom balancear o quanto essa pessoa foi um diferencial na sua vida, e decidir então se vale a pena.

- Pessoas que não conhecem algum dos noivos: em algumas situações há conhecidos de um dos noivos que não possuem nenhuma relação na vida pessoal, do dia-a-dia ou do casal. Esse é outro grupo que pode ser cortado.

- Amigos de terceiros: os famosos amigos das mães, pais ou avós dos noivos. Quando se quer reduzir o número de convidados, podemos barganhar a permanência desse grupo.

- Familiares distantes: àquela família que não possuímos intimidade pode sim ser cortada da sua lista.

- Vizinhos e pessoas do trabalho: é comum acharmos que existe uma obrigação em convidar essas pessoas pela frequência que os vemos, mas isso não existe. Um casamento intimista é para pessoas que possuímos um relacionamento minimamente profundo. O fato de você ver todo dia no escritório ou papear no elevador não te obriga a convidar se essa pessoa não fizer parte da sua vida.

 

Com o aumento constante de detalhes no universo do casamento, as pessoas hoje em dia, possuem uma compreensão maior em entender que essas festas demandam um bom orçamento, e que nem sempre dá para chamar todo mundo que conhecemos e cultivamos algo em comum. Isso é importante de lembrar, pois algumas vezes, os noivos se sentem na obrigação de convidar pessoas específicas.

Para as pessoas que decidiram fazer uma festa maior, algumas dessas dicas podem ser úteis, pois lembrem que algumas situações podem ser indiscretas, como por exemplo não chamar namorados (as) de algum convidado ou não chamar os filhos que ainda moram na casa dos pais. Quando se faz algo grande as pessoas criam mais expectativa em serem convidados, então cuidado nesses detalhes.

Não se desespere nesse momento, e saiba que essa lista pode aumentar ou reduzir (pouco provável) ao longo do processo. Sem esquecer que quanto menor o casamento, menor o número de faltas. Lembre-se: ninguém conhece melhor seus amigos e colegas do que você! Reflita, convide e divirta-se com quem quer que esteja ali para celebrar o seu amor.

SEM CERIMÔNIA: LISTA DE CONVIDADOS - POR QUE UM VILÃO?

 

Fotos: Reprodução 

 

Veja também:

Sem Cerimônia: Como começar a planejar o casamento?

Assista seis dicas para fazer sua lista de convidados

Lista de convidados do casamento

 


Posts Relacionados